Leitura e criação de histórias

A criança que ainda não é alfabetizada entra no universo da literatura quando o adulto leitor traduz para ela aquele monte de letras impressas no papel.

Ouvir histórias e imaginar o que ouve são os primeiros passos para o futuro leitor. Não que isso garanta o prazer pela leitura ou o despertar para o mergulho no universo letrado, mas pode ampliar as possibilidades e instigar para novas descobertas.

Separar momentos de leitura durante o dia e, especialmente, terminar o dia agitado com a escuta de uma história permitem que a criança participe do universo imaginativo proveniente da literatura e que desperte sua imaginação. Possivelmente, além de imaginar, a criança começará a criar suas próprias histórias e, como fazem com ela, quererá partilhá-las com seus possíveis ouvintes.

Neste sentido, além de abrir espaço para a leitura, é interessante que se possibilite o espaço para a criação de histórias. Papel e lápis, fantoches, bonecos, teatro de sombra são bons recursos para explorar esse lado criativo da criança.

Mariana Tambara

Sobre dotamanhodeumbotao

Mariana Tambara. Professora, pedagoga, esposa, mãe, mulher... nesta ordem e em outras também, com vontade de pensar, falar, discutir, entender, questionar, criticar educação. Convido todos os visitantes a fazer o mesmo. Vamos?
Esse post foi publicado em Educação, Literatura infantil, Mães e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s